Voltar  |  Home  |  Email
 
   
 

Aeromodelismo

Albatroz

 

Houve um tempo em que a FAB - Força Aérea Brasileira - patrocinava para que as pessoas, adultos e crianças, voassem de aeromodelos, para incentivar futuros pilotos. Essas e outras histórias, inclusive crianças que hoje voam, você vai conhecer na pista de aeromodelismo do CEMUCAM, onde estivemos em 23 de fevereiro de 2.002. Conversamos com Fritz, presidente da Associação de Aeromodelismo Albatroz, Alfredo Almeida - um freqüentador da pista que fez um pedaço da história do aeromodelismo brasileiro, e Priscila e Vinicios - dois adolescentes figuras que por diferentes razões hoje voam.

A Albatroz mantém a área de aeromodelismo do CEMUCAM já há vinte anos. Os associados têm nesse espaço um das mais organizadas pistas de aeromodelismo de São Paulo, apesar do espaço aéreo restrito. A modalidade ali praticada, rádio controle, tem pequenos aviões à gasolina guiados por pilotos que controlam o rádio, fazendo acrobacias depois de decolagens e pousos emocionantes. Essa prática do aeromodelismo exige procedimentos específicos de segurança, com relação ao espaço aéreo e área de pista, boxes e apoio. Nesta pista é isolada por gradil. Mas nas proximidades o público aprecia sentado na grama as acrobacias destes apaixonados por aeromodelos, aviões e helicópteros, numa manhã de sábado que ameaçava chuvosa e lentamente começou a abrir.


 
 

 

 

Idealizado por:
CRISTINA OKA & AFONSO ROPERTO
Última atualização: 23 February, 2002